13 fatos sobre perfumes

12235222096_90cb25a890_n

 

01- Perfumes são essências dissolvidas em álcool e/ou água

02- As diferenças entre “eau de toilette”, “eau de parfum” e “parfum” são as seguintes:

-Eau de tolilette – 10% de óleo de perfume.

-Eau de parfum –  em torno de 15% a 18% de óleo de perfume.

-Parfum – 25% ou mais de óleo de perfume .

03- Normalmente não existe diferença de cheiro entre “eau de toilette”, “eau de parfum” e “parfum”, pois é comum se utilizar o mesmo óleo para a fabricação dos três, apenas alterando as concentrações, porém algumas perfumarias usam composições diferentes, então o cheiro entre um e outro pode ser bastante distinto.

04- Perfumes puros, sem solventes, existem, mas o cheiro costuma ser muito denso e dificulta o olfato a captar a fragrância.

05-A validade de um perfume vai depender de como é guardado. Se ficar protegido da luz pode durar anos a fio. Se exposto a claridade durará alguns poucos anos. Não dá para precisar.

06- O perfume  atualmente (ou o novo frasco comprado)  pode cheirar diferente do antigo porque:

A- A memória de quem sente o cheiro está errada.

B- O vidro antigo mudou de cheiro devido a exposição ao calor, a claridade e ao ar.

C- A fragrância usa materiais naturais  que mudam de qualidade a cada ano e que podem vir de fornecedores ou regiões diferentes.

D- A fragrância usava materiais que não são mais disponíveis e precisam ser substituídos.

E- A fragrância precisa ser reformulada para atender as exigências de segurança relacionadas a toxicidade, alergenos ou irritantes.

F- A fragrância foi reformulada por avareza, para cortar custos.

G- A fragrância foi reformulada porque a companhia a achou ultrapassada e julgou necessário adaptá-la as novas tendências.

07- O fato do perfume ser 100% natural(o que é raro) não significa que ele seja seguro, ele  pode provocar alergias, irritações ou intoxicação.

08- É raro haver perfumes 100% sintéticos. No geral são usados produtos naturais e sintéticos misturados na fórmula.

09- Há polêmicas sobre os perfumes causarem ou não alergias. No geral, presume-se que a quantidade necessária para gerar uma reação deveria ser enorme, mas como cada um tem uma sensibilidade, deve-se considerar essa hipótese.

10- Esfregar o perfume na pele pode diminuir a durabilidade do cheiro.

11- A oleosidade da pele afeta o grau em que a fragrância evapora . Se várias pessoas experimentarem o mesmo perfume ao mesmo tempo, nos primeiros 30 minutos o cheiro pode variar muito, mas após esse tempo, há uma tendência a desaparecer as diferenças.

12- Se você comprar o perfume de um vendedor autorizado, ele certamente é legítimo, já que é controlado pelos fabricantes.

13- Se você comprou um perfume mais barato do que o normal, as razões podem ser:

A – O perfume está ou vem de um mercado estrangeiro em que os problemas econômicos tornam os preços mais baratos.

B – O excesso de estoque do revendedor.

C – A tentativa do vendedor de se livrar de produtos que sairam ou estão saindo de linha.

D – Os vendedores estão saindo do negócio e queimando seus estoques.

E – Seu perfume, infelizmente, é falsificado.

Fonte: 

Perfume – Luca Turin e Tania Sanchez

Veja também:

Mudamos todos os dias

6 sinais de que há um predador na área

Antidepressivos e seus efeitos colaterais

Mudar para o exterior

O conto de fadas moderno