De Papo Comigo

5 doadores universais de energia

homem deitado

O sujeito que está no bagaço, estressado e consumido pela fadiga precisa extrair energia de algum lugar para manter a saúde. No geral as fontes de revigoramento são diversificadas e cada um tem as suas próprias, mas algumas delas servem para qualquer pessoa. São elas:

Dormir

Dormir entre 7 e 9 horas ininterruptas e, preferencialmente, durante a noite. Se você acha que é muito atarefado e não tem de onde tirar esse tempo, relaxe, pegue alguns minutinhos do seu dia e comece a escrever todas as possiblidades que vêm a cabeça. Exemplos:

– Desligar o celular quando for dormir;

– Não visitar as redes sociais com frequência;

– Tirar cochilos durante do dia;

– Marcar compromissos para os horários mais tardios da manhã;

– Desligar a TV;

– Ser bem objetiva quanto ao tempo, procurando chegar nos horários estabelecidos e deixá-los na hora programada;

– Em pelo menos um dia da semana vá cedo para cama e deixe todas as responsabilidades com a casa nas mãos de outras pessoas. Se não houver alguém para ajudar, relaxe… não faça comida, não arrume nada, não tome banho… simplesmente deite-se e durma.

Luz solar

Exponha-se ao sol. O dia não tem que estar ensolarado, basta a luminosodade por alguns minutos, de preferência sem filtro solar e sem óculos escuros. É importante a pele absorver os raios sem barreiras, portanto quanto menos roupas melhor.

Fluidez

Envolva-se em alguma atividade que você gosta muito, ao ponto de esquecer das horas. Conversar, ler, dançar, fazer algum trabalho manual, cozinhar, caminhar, tocar um instrumento musical,  dirigir, viajar, jogar bola, organizar arquivos… enfim, qualquer atividade que te deixe se sentindo nas nuvens.

Integração sensorial

Estimule seus cinco sentidos – visão, olfato, paladar, audição, tato. Coisas muitos simples como sentir o vento batendo no rosto e perceber o cheiro do ar, assobiar, treinamentos com instrumentos musicais, jogar dardos ou quaisquer atividades que requeiram o uso de vários sentidos de forma consciente e concentrada.

Movimento

Faça exercícios físicos da maneira mais agradável possível. Não adianta dizer que toda atividade física é boa, pois não é. Você pode gostar de praticar musculação, mas se a série ficar longa demais ou pesada demais, o efeito de descontração e prazer podem ser anulados. Então veja o que realmente você gosta e faça na frequência e intensidade que propicie relaxamento e bem-estar.

Parece mas não é

Algumas atividades como fazer sexo, rezar, usar drogas e escutar música, são comumente etiquetados como relaxantes, mas, na verdade, são práticas que facilmente podem despontar em situações estressantes. Ex:

– Na atividade sexual podem surgir incompatibilidades e exigências que colocam tudo a perder.

– As drogas e o álcool trazem efeitos colaterais.

– Rezar pode despertar sentimentos de culpa ou despertar lembranças de coisas ruins ou pessoas sofrendo.

– A música inadequada ao momento e ao estado de espírito pode ser bastante irritante.

Fonte: Restore Yourself – Edy Greenblatt

Veja também:

Síndrome de Burnout

Como se recuperar da fadiga profissional – 1º passo

Use a diferença contra o estresse profissional

Tire as etiquetas e afaste o estresse

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.