Dor existencial em rimas

dor existencial- rimas

Por Helô de Castro

A dor da existência é um estado de aquém

É o gênio que não sabe ler

O gordo que não pode ser

O amante que deve ceder

A fúria que tem que conter

O medo que deve temer

A corja da qual se deve correr

O buraco que te querem meter

O pau que não consegue comer

A resposta que não vais obter

O corpo a adoecer

O prazer que se recusa vencer

A palavra que não pode doer

A vida que não evita morrer.